"As pessoas dizem freqüentemente que a
motivação não dura. Bem, nem o banho - e é por isso que ele é recomendado diariamente."

Zig Ziglar
 
 
     
Boa Noite!
 
 
 
Nome: 
 
E-mail: 
 
 
Seu Nome: 
Seu E-mail: 
Nome do amigo(a): 
E-mail do amigo(a): 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Artigos sobre motivação
Motivação
Mais energia para sua qualidade de vida

O ser humano pode ser compreendido em diversos níveis: físico, mental, emocional e espiritual.
O que acontece num desses níveis tem relação com os outros. Portanto, considere todas as suas partes na jornada pela motivação.
Um corpo saudável, sem vícios, livre de stress, tem respostas mais rápidas para os problemas.
Disposição e vontade fluem mais facilmente.
Dê atenção às suas emoções e ao seu lado espiritual também.
A motivação é conseqüência natural de quem se cuida bem
.

O que é motivação?
Como ela ocorre?
Por que a buscamos?
Como ter motivação?
Motivação e:
- Autoconhecimento
- Educação
- Trabalho
- Família
Teste: Você está motivado?

Uma mola propulsora chamada
Motivação

Você já deve ter passado por um período na vida em que tudo estava ruim. Era difícil levantar de manhã para trabalhar, as tarfas do dia-a-dia eram realizadas com sacrifício, não havia ânimo para estudar nem ler. Parece até que os problemas surgiam todos de uma vez, e as soluções se escondiam em algum lugar misterioso desaparecendo por completo do seu mundo. Enfim, viver parecia mais um exercício de resistência física e mental do que um ato natural.

É normal que, em algum momento da vida, tenhamos turbulências, trovoadas e tempestades. Mas elas costumam passar e novamente a calmaria volta a fazer parte do cotidiano. Pequenas marolas podem balançar o barco da nossa existência, e há até quem considere as ondas como algo bom, pois quebra a rotina e dá um fôlego novo para o crescimento pessoal.

Também é normal que de vez em quando nos sintamos desanimados, desesperançados e até mesmo tristes sem saber por quê. Mas manter esse estado de espírito por muito tempo não é normal. Nem saudável.

Se você tem percebido que a vida está complicada, que seu ânimo anda meio em baixa já faz algum tempo, que o seu pique para o trabalho tem diminuído, pode ser que o que esteja lhe faltando seja MOTIVAÇÃO.

O dicionário diz que motivação é "um conjunto de fatores psicológicos (conscientes ou inconscientes), de ordem fisiológica, intelectual ou afetiva, os quais agem entre si e determinam a conduta de um indivíduo". Mas, o que sabe o dicionário sobre a vida, não é mesmo?

Os psicólogos acham que motivação é uma concentração de energia, estimulada por desejos ou necessidades próprias ao ser humano, que gera tensão ou motivo para uma ação. Complicado? Pois vamos tentar explicar melhor.

O ser humano nasce com o impulso de crescimento e desenvolvimento físico, emocional e intelectual. Isso dá para a gente perceber. Logo na primeira infãncia, a criança impõe sua vontade e para isso utiliza as armas de que dispõe: choro, birra, gracinhas e mesmo uma boa conversa. Com o passar dos anos, nos tornamos seres mais elaborados e outros fatores nos "empurram" para que executemos as ações que satisfaçam nossa ânsia de crescimento. Esses fatores se traduzem em vontades de atingir metas.

É o que acontece com o jovem que se aplica no vestibular para conseguir o diploma da profissão com a qual sonha; ou o que ocorre conosco quando iniciamos no primeiro emprego no qual pretendemos ganhar dinheiro para realizar muitas coisas; ou o que passa o casal que resolve ter filhos; ou ainda o que acontece com o profissional que quer subir na carreira. Nossas vontades geram motivos que nos levam à ação: a motivação.

Portanto, todos temos dentro de nós a vontade para sermos animados, entusiasmados e alegres. Nascemos com a chama da motivação, que pode virar um "incêndio" de entusiasmo ou um amontoado de cinzas fumegantes. Quem escolhe esse final é você. Você decide.



Fatores que desmotivam as pessoas:

falta de perspectiva
• favoritismos
• normas desnecessárias
• reuniões improdutivas
• expectativas não definidas
• desonestidade
• tolerâncias ao mau desempenho
• salários indignos
• tratamento humilhante
• insegurança

O QUE DIZEM OS ESPECIALISTAS

Muitos cientistas e especialistas no comportamento humano pesquisaram sobre a motivação. Um desses estudiosos é muito conhecido por ter desenvolvido a teoria que diz ser a motivação um estado de ânimo que tem como objetivo a satisfação das necessidades humanas. Em 1943, Abraham H. Maslow, professor de Psicologia do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, classificou essas necessidades em fisiológicas, de segurança, sociais, de auto-estima e de auto-realização.

Segundo Maslow, o ser humano persegue a satisfação dos seus desejos e motiva-se para atendê-los. Quando suas necessidades não são satisfeitas, geram tensão. Na tentaitva de diminuir essa tensão, o indivíduo ganha força motivadora para buscar realização das necessidades.

Outros pesquisadores estudaram o assunto e alguns discordaram de Maslow, como Frederick Herzberg, professor da Universidade de Chigado, que dizia, em 1969, que a motivação é influenciada por fatores que levam à satisfação e fatores que levam à insatisfação. Segundo Herzberg, a motivação depende do atendimento de ambos.

Como é possível perceber, faz tempo que a motivação do ser humano é tema de estudos e pesquisas. Muitos outros cientistas procuraram, e ainda procuram, entender o mecanismo desse sentimento tão importante para o desenvolvimento, na tentativa de promover o equilíbrio e o bem-estar das pessoas.

COMO OCORRE A MOTIVAÇÃO

Nossa forma de agir na vida segue um roteiro. Primeiro, sentimos; depois, pensamos; em seguida, falamos e, por fim, agimos. No meio desse processo existem outros elementos, como a intuição. Somos esse conjunto de ações, e nem sequer percebemos como e quando elas acontecem.

Se pudéssemos filmar uma pessoa em processo de motivação, teríamos cenas mais ou menos como essas: em primeiro lugar, ela sentiria um certo desconforto com a vida, traduzindo num mal-estar, numa angústia, numa ansiedade ou em distúrbios das necessidades básicas, como fome ou sono. Ao perceber esses sintomas, nosso personagem pensa o que pode estar ocasionando aquela situação. Uma vez detectado o problema, o próximo passo é agir para solucioná-lo.

A motivação começou no momento em que essa pessoa teve a sensação de que algo a incomodava.

É importante que nós estejamos atentos às nossas sensações. Se ouvirmos o que nosso corpo e mente dizem, podemos descobrir motivações incríveis para mudar. Não deixe passar aquele "clic" que indica que algo está errado. Se você não conseguir dar os próximos passos, procure ajuda de especialistas. Mas nunca deixe de ouvir seu interior.

Por que buscar motivação?

Você quer obter sucesso na carreira?
Você quer ter um futuro tranqüilo financeiramente?
Você quer ter uma família unida e feliz?
Você que ter paz interior?
Você quer mudar o mundo?
Você quer tudo isso?
ENTÃO PRECISA TER MOTIVAÇÃO.

Para ter apenas um dos itens acima, você precisa encontrar motivos que o levem a agir para conquistar sua meta.

Sem motivação ninguém consegue ser, criar ou ter alguma coisa na vida. Ninguém consegue ter qualidade de vida. Se você quer melhorar, crescer e se desenvolver tem de ter motivos para chegar lá. Tem de ter motivação.

NÃO SOMOS PERFEITOS

A motivação está relacionada com entusiasmo, estímulo e felicidade. Estar motivado é estar entusiasmado. Estar entusiasmado é estar estimulado. Estar estimulado é estar feliz.

Sim, porque a pessoa motivada, entusiasmada e estimulada vê perspectivas na vida, o que faz parte da felicidade.

Os gregos diziam que quem está entusiasmado tem um deus dentro de si. Sem dúvida esta é uma idéia bastante forte. Ter um deus dentro de si é acreditar num potencial imenso, capaz de transformar as coisas, de fazer acontecer, de mudar a própria realidade. Uma pessoa entusiasmada acredita em si, acredita nos outros e na força das pessoas.

Se estar motivado é uma das condições para a felicidade, por que não nos mantemos nesse estado sempre?

Você quer ter motivação?

Então, temos uma surpresa que vai lhe agradar.

A motivação está dentro de você
E está difícil de achá-la? Fique tranqüilo. Muitas pessoas perdem a motivação no decorrer da vida e demoram para encontrá-la outra vez. E o pior é que às vezes não a encontram nunca. Não deixe que isso aconteça com você. Vamos procurar sua motivação!

Uma das formas de encontrarmos a motivação e a mantermos ativa é aprofundando o conhecimento e a consicência de si mesmo. Quem se conhece bem descobre o que quer da vida, sabe onde quer chegar e como fazer para ir até lá. O autoconhecimento também permite que a gente entenda melhor os outros, o que, sem dúvida, facilita o relacionamento pessoal. Compreendendo e convivendo melhor com os outros, você facilita a escalada para o sucesso e, acredite, vive muito melhor.

Você quer se conhecer melhor e não sabe por onde começar? Tente fazer a si memo algumas perguntas:

Por que agora, nesse instante, você está lendo este artigo?
Existe alguma coisa na vida cuja única pessoa capaz de realizá-la seja você?
O que você tem dado em troca pelo que tem recebido dos outros?
O presente está bom para você? O que pode ser mudado?
O que você espera do futuro?
Que aspectos da sua vida poderiam ser descartados e de quais você sente falta ou necessidade?
Quanto você está presente nas ações que realiza?
Você faz as coisas com atenção ou está habituado a realizar tudo automaticamente?
Você pode dar o que lhe pedem? Por quê?

Se você responder sinceramente e meditar nas suas respostas já é um começo para o autoconhecimento.

Dicas para manter-se motivado
Descanse, não viva permanentemente cansado
Ao levantar, olhe-se no espelho e ria para si mesmo
Transforme o não em sim; seja positivo
Respire fundo e olhe a sua volta...
Lembre-se de algo muito bom que já lhe aconteceu
Ouça música alegre, cante e dance com ela
Esteja certo de que está fazendo o melhor para você mesmo
Afaste o desânimo com um bom hurro, do fundo dos pulmões
Imagine-se caminhando na paisagem dos seus sonhos


REVERTA O PASSADO

Motivação tem muito a ver com educação. Os "podes" e "deves" da infância e da juventude organizam a história da vida e formam os modelos, que orientam a conduta das pessoas.

As palavras de pais e educadores são decisivas para a motivação dos filhos enquanto pequenos e depois de adultos. Palavras que diminuem, incapacitam, humilham provocam sentimentos de desvalorização e baixa motivação. Palavras que incentivam, capacitam e elogiam geram sentimentos de consideração e respeito próprio. Elas aumentam a motivação interior.

Isso não significa que uma pessoa que teve uma educação que a desqualificava deva passar o resto dos seus dias desmotivada. Pelo contrário, o ser humano tem o poder de mudar o rumo da própria vida e é isso que se espera de quem está infeliz e descontente com a bagagem que herdou da infância.

Portanto, nada de desculpas. Assuma o controle da sua vida e reverta o passado!

Família, valores e trabalhos:
nossas pilastras de sustentação

Nossa vida está fundamentada em pilastras de sustentação, como na construção de um prédio. Uma delas é a família, os vínculos emocionais; a outra são as crenças e os valores; e a terceira é o trabalho. Quando uma dessas pilastras não vai bem, as outras têm de dar sustentação ao edifício. Se não a casa cai.

Como se vê, não somos construções muito simples. Nossa arquitetura é elaborada, a engenharia das nossas emoções é complexa e nossos alicerces precisam ser fortes, o que significa estar bem com a família, os valores e o trabalho. Difícil ter tudo de uma vez, não é? O jeito é manter pelo menos duas dessas pilastras funcionando bem para quando uma terceira precisar de reparos.

Não somos perfeitos, por isso não estamos felizes o tempo todo. Mas podemos estar cada vez mais conscientes a nosso respeito e assim não perder a motivação que nos mantém, ativos, dispostos e entusiasmados com a vida. Podemos perder uma luta mas não a batalha. Invista no fortalecimento das pilastras da sua vida. Acredite na sua capacidade de vencer, de construir o sucesso, de mudar o futuro. Acredite em você.

A importância de se ter uma atividade

Existe uma figura muito importante na vida das pessoas: a instituição onde trabalham. A relação indivíduo-organização pode ser muito rica, pois ambas as partes necessitam uma da outra. A organização precisa do colaborador para atingir suas metas de produtividade e crescimento, e o indivíduo precisa da organização para se desenvolver como pessoa e profissional. Uma construção se faz com a união de diferentes materiais

Ver a organização como um meio de atingir um crescimento, uma aliada para o próprio desenvolvimento, é uma grande meta. Quando uma pessoa percebe sua importância e seu valor dentro da organização, abre possibilidades para atingir essa meta, e, por sua vez, promove e propicia valiosa contribuição para a melhoria do conjunto.

Já vimos que o autoconhecimento é um dos ingredientes da motivação. vimos também que a pessoa que se conhece melhor relaciona-se bem com os outros - a família, os amigos e a sociedades - porque também é capaz de entendê-los melhor.

Bons relacionamentos interpessoais constituem a base para muitas outras conquistas, pois somos seres sociais. Vivemos em comunidade desde o tempo das cavernas.

Precisamos de pessoas à nossa volta para mantermos acesa a chama da motivação.

TRABALHO TRAZ FELICIDADE

Uma pessoa com alto grau de consciência de si mesma, dos seus valores, das suas crenças; uma pessoa com bom relacionamento interpessoal, carregado de amor, de sintonia com o outro, de emoção, já tem dois alicerces do seu edifício fortemente estruturados. Falta o terceiro, que é o ... trabalho.

Ah, o trabalho ... Que alicerce polêmico! Instrumento de tortura para uns e de prazeres para outros, o trabalho tem passado por profundas mudanças, tem sido visto e revisto em todas as sociedades do mundo. E, nos últimos anos, chegou-se à conclusão de que o homem precisa do trabalho para ser feliz! E o mais surpreendente é que descobriram que não é o dinheiro proveniente do trabalho que dá felicidade ao homem, mas outras formas de recompensa que ele permite!

O trabalho sempre foi visto como uma atividade que gera dinheiro e garante a sobrevivência. Ou então como uma forma de ser útil à sociedade. Mas a relação do ser humano com o trabalho é mais do que isso.

O Trabalho propicia condição para o crescimento e o desenvolvimento, tanto a nível profissional quanto individual. Portanto, devemos sentir satisfação e orgulho do que temos.

Algo mais do que salário

Durante muito tempo, pensou-se que bastaria trocar prestação de serviços por salário que o homem estaria satisfeito. Ledo engano. Pode-se até dizer que essa relação funcionaou até décadas atrás. Hoje não funciona mais. Com a modernização do mundo, a recompensa financeira tem-se mostrado apenas um elemento acessório.

Desejo de realizar, de crescer, de ter reconhecida a importânica daquilo que se está fazendo e a própria vocação vencedora do ser humano podem motivar tanto quanto um bom contra-cheque no final do mês.

A pessoa que trabalha só para receber salário tem um impulso motivador muito fraco, que se rompe com facilidade. Mas se houver um vínculo emocional forte com o trabalho a motivação também será vigorosa. A terceira pilastra de sustentação será sólida.


Identifique um desmotivado no trabalho. Se ele:

Não colabora com os colegas
Não fica um minuto além do horário normal
Não dá a mínima para o desperdício
Fala mal da empresa para os outros
Não contribui com suas idéias para melhoria da empresa
Só faz aquilo para o que é pago

Você pode melhorar a motivação do colega de trabalho se:

Cumprimentá-lo com simpatia
Ajudá-lo quando estiver atrapalhando
Procurar conversar com ele quando perceber que está chateado
Elogiá-lo pelo que ele faz bem
Dar sugestões que o auxiliem na rotina do dia-a-dia


Você pode ser um funcionário motivado se:

Der sugestões para melhorias
Procurar fazer suas tarefas com prazer
Cumprir horários e normas estabelecidas
Ajudar seus colegas de trabalho
Ser amigável com os colegas
Deixar claro que o salário não é tudo para você
Fazer do seu local de trabalho um lugar agradável, organizado e limpo

Você e os outros
Muitas pessoas se sentem desanimadas quando termina o domingo porque, na segunda-feira, terão de ir trabalhar. Se isso acontece com você, procure pensar no motivo que o leva a se sentir assim. Pode ser que a razão seja outra pessoa, como um colega ou o chefe, o salário ou a falta de perspectiva. Com tranqüilidade, procure ver o problema sem tomar partido e peceba se existe uma solução. Não seja radical. nem sempre vale a pena "virar a mesa". Explosões de agressividade quase sempre não resolvem nada.

Se o problema for o colega de sessão ou o chefe, saiba que seu ânimo pela vida ou não vem de fora, mas está dentro de você mesmo.

Portanto, não depende de outras pessoas. Tente compreender o colega ou o chefe. Eles devem ter suas razões para agir de uma certa forma, as vezes um problema de saúde, ou em casa, na família. Os chefes costumam ter uma carga de responsabilidades bastante elevada, são cobrados por seus diretores e têm nas mãos decisões importantes a tomar diariamente. Procure ver que tudo isso gera tensão e, talvez, seja esse o motivo de o relacionamento não estar sempre cem por cento.

Ninguém se motiva pelas razões dos outros

De qualquer forma, o mais importante é entender que ninguém é capaz de manter sua motivação em alta a não ser você mesmo. Quando uma pessoa vive animada, torna-se independente, segura e relaciona-se melhor com seu círculo social, compreendendo os sentimentos dos outros e ao mesmo tempo percebendo que ninguém tem o poder de lhe roubar o entusiasmo pela vida.

Como ter motivação?

Uma das formas mais eficazes de motivação é estabelecer metas.

Com elas, pode-se dizer que quase tudo é possível. O simples fato de nos programarmos para atingir determinados objetivos nos traz, a cada dia, energia extra para percorrermos o caminho estabelecido.

Mas é importante dizer que só pensar nas metas não representa garantia de motivação. É preciso tirá-las da cabeça, planeja-las e realizá-las. Dizem os estudiosos, que só o fato de planejarmos um objetivo já nos dá 70% de possibilidade de chegarmos à concretização

E quando a pessoa vê sentido naquilo que faz é muito mais fácil obter os resultados que espera.

Também é bom lembrar que as metas devem ser estabelecidas de acordo com critérios claros e bem definidos, de possível execução. Nada cai do céu. Portanto, visualize alvos que você possa atingir. Não espere uma mãozinha daquele anjo da guarda camarada. Ele pode estar de férias no dia em que você precisar dele!

Procure conhecer suas habilidades e potencial, defina o que você quer da vida. Situe-se no presente, mensure a distância de onde você quer chegar, avalie os recursos, estabeleça um tempo para chegar lá e mãos à obra!

Tudo é possível para quem deseja mudar e acredita que pode fazê-lo

 

O principal empecilho


Metas impossíveis de serem alcançadas são altamente demotivadoras.

Meta é a principal arma da motivação. Expectativa é o principal obstáculo. Vivemos sob o efeito das expectativas: dos pais, dos cônjuges, dos filhos, da sociedade, de nós mesmos. Estabelecer metas sobre expectativas irreais gera frustração.

Frustração gera raiva. Raiva gera stress.

Há uma frase famosa de autoria de um ex-ministro da Saúde que diz:

"Trabalhar demais não mata. O que mata é a raiva".

Estabeleça metas, mas trabalhe com possibilidades e probabilidades. As mais realistas possíveis.

As probabilidades sempre serão de 50% a seu favor e 50% contra. À medida que as etapas vão passando, elas irão aumentar ou diminuir, de acordo com seu desempenho. Obstáculos podem ocorrer, e as probabilidades vão sendo readequadas. No final, as possibilidades não se esgotam e ainda propiciam condição de desenvolvimento. Ao contrário das expectativas, que se encerram quando atingimos as metas.

Faça um planejamento viável

Sempre que esperamos que alguma coisa aconteça ou alguém faça algo de determinada forma, estamos projetando uma expectativa. Mas, quase sempre, as coisas não acontecem da forma que imaginamos. Quando isso acontece, ocorre frustração, que gera raiva. Então nos tornamos agressivos, e manifestamos nossa agressividade de forma verbal ou por atitudes.

Isso acontece porque a expectativa é um processo interno de cada um e se forma em função dos nossos sonhos e desejos. É um sentimento que fica guardado dentro de nós; ele não gera uma ação. A pessoa "espera" que as coisas aconteçam.

O certo é não projetar expectativas. Aprenda a viver a realidade e trabalhar as metas com planejamento.

Metas são ideais para serem conquistados. O desejo de atingí-las gera uma cobrança de nós mesmos. Por isso precisam ser ajustadas à realidade.

Quando você for estabelecer uma meta, estude calmamente as possibilidades e as probabilidades do que quer , ou seja, visualize o quê é possível e o que é provável. Faça um planejamento com várias etapas, com degraus intermediários, com objetivos a curto prazo. Assim ficará mais fácil chegar ao alvo.

Desta forma você estará mobilizando sua vontade, transformando-a em querer e em ação, o que vai proporcionar o impulso para a motivação, a energia necessária para chegar onde se quer.

Veja esse exemplo: uma pessoa pretende ocupar um cargo bem acima daquele que já tem. Ela deve analisar as possibilidades e as probabilidades dessa promoção. Ver claramente que ações deverá realizar para conseguir o que quer. Quais cursos deverá fazer, o que deve mudar na sua postura, que qualidades precisará desenvolver em si mesma etc. Deverá também elaborar um programa passo a passo, e ir vencendo cada etapa de acordo com o planejado.

Readequar o processo de conquista das metas de acordo com a necessidade facilita a escalada de cada degrau, não permite que ocorra frustrações e mantém a motivação em alta.

Sua motivação está em baixa quando:

A insatisfação em casa ou no trabalho aumenta visivelmente
Você só vê defeitos nas pessoas
Você faz críticas constantes
Aumenta sua irritabilidade
O "não" está mais presente do que o "sim"
Você resiste a idéias novas
O que o outro diz não é interessante
Seu rosto está sempre sisudo
Você se sente pouco ou nada cooperativo
Os ombros estão sempre caídos
 

Não despreze as metas do seu coração que apontam para a espiritualidade.
Motive-se para atender as necessidades do seu espírito


Para ter motivação na empresa
Tenha claro para si quais são seus objetivos no trabalho
Esteja aberto às propostas do grupo
Permita que as pessoas sintam seus sentimentos
Sinta você também os sentimentos dos outros
Busque, em conjunto, as soluções para as dificuldades do dia-a-dia
Tenha atitudes e linguagem claras
Mantenha uma postura profissional ética e transparente

Elimine frase do tipo "Eu não vou conseguir", "Eu não posso fazer isso", "Eu não sou capaz" do seu vocabulário. Elas produzem bloqueios poderosos na vida.

Cuide da sua imagem

Uma pessoa motivada demonstra no corpo que está de bem com a vida. Portanto, não se esqueça dos cuidados com seu cabelo, sua pele, suas unhas. Escolha suas roupas com cuidado. Inove. Perfume-se. Sinta-se bonito (a)!

Você sabia que ...

TESTE

Você está motivado?
Responda as perguntas abaixo e saiba como anda sua motivação.

1) Quando pensa nos seus deveres do dia, você...
( ) Sente-se feliz e energizado
( ) Fica infeliz e desiludido
( ) Prefere nem pensar

2) Quanto tempo você precisa para lembrar-se de coisas inspiradoras?

( ) 3 minutos
( ) 30 minutos
( ) 3 dias

3) Em relação à questão anterior, quantas vezes você se lembra de situações ou ensinamentos que lhe inspiram?
 
( ) Uma vez por semana
( ) Pelo menos uma vez por mês
( ) Nunca

4) Quanto do seu potencial você coloca em prática no seu dia-a-dia quando tenta atingir uma meta ou objetivo?

( )100%, pois quanto mais eu uso mais eu tenho para investir
( ) 50%, pois é preciso estar sempre guardando um pouco para o dia de amanhã
( ) 20%, pois devagar e sempre chegamos lá

5) Quando começa algo, na maioria das vezes, você...
( ) Segue acreditando e permanece até o fim, independentemente das dificuldades
( ) Depende da opinião dos outros
( ) Depende da evolução e dos problemas.

6) Como você se sente em relação à prórpria vida?
( ) Acredita ser responsável pelo que dá certo e pelo que dá errado
( ) Acredita ser responsável apenas pelo que dá certo
( ) Aceita as coisas como elas são

7) Como você lida com o "não"?
( ) Cada "não" que recebo me motiva ainda mais
( ) Fico insegura
( ) Desisto no primeiro "não"

Saiba como anda sua motivação.
Conte quantas alternativas "a" você respondeu.
Agora multiplique o resultado por 3.
Conte quantas alternativas "b" você respondeu.
E multiplique por 2.
Conte quantas alternativas "c" você respondeu.
Multiplique por 1.
Some o total de pontos.

Entre 7 e 11 pontos
Com todo esse ânimo você seria um ótimo narrador de uma corrida de minhocas.
Falta-lhe vitalidade e entusiasmo. Procure descobrir o que está acontecendo.

Entre 12 e 16 pontos
Você é uma pessoa motivada muito mais pela necessidade do que pela possibilidade.
Continue, só falta um pouquinho de prática, e logo você será um campeâo.

Entre 17 e 21 pontos
Parabéns, você é uma pessoa muito motivada!
Por onde você passa contagia com as usa idéias.
Com toda essa energia você pode substituir uma usina de energia elétrica.


Corpo, mente e motivação
Exercícios trazem bem-estar motivador. Quando você perceber que a motivação está em baixa, procure fazer uma ou mais sugestões abaixo.

I - Relaxe e respire profundamente, devagar. Demore mais tempo na expiração. Ponha para fora todo o ar dos seus pulmões e sinta a necessidade agradável de inspirar novamente;

II - Feche os olhos e lembre-se de lugares bonitos e agradáveis onde você esteve anteriormente. Procure sentir as mesmas sensações que experimentou naquela ocasião. Lembre-se das pessoas, da natureza, das emoções;

III - Sempre que possível, esteja perto da natureza, sinta-se uno com ela, sinta seu cheiro, seu gosto, repare na sua beleza, medite na sua grandeza;

IV - Faça um balanço do que não está bem, do que o aborrece, e procure visualizar uma saída. Intercale essa atividade com uma visão agradável, como uma flor, o sorriso de uma criança, e depois volte à sua dificuldade. Perceba como ela já não é tão grande.

Memorize as boas lembranças

O ser humano tem a tendência de esquecer as coisas boas que lhe acontecem e relembrar com insistência das coisa ruins.

Inverta o processo! Tire a lição que teve dos acontecimentos desagradáveis e procure fixar na sua memória somente as coisa boas e agradáveis. Desta forma, você não só estará mantendo o seu bom humor como também a motivação.

Se memorizar é difícil, escreva num papel as boas experiências. Os mais memoráveis e interessantes eventos se vão e caem no esquecimento. Se você os anotar, poderá revivê-los de modo e em época diferentes.

Tente ser surpreendido por alguma coisa nova todo dia

Repare naquele carro importado exótico que atravessa na sua frente; experimente um novo prato no restaurante; ouça, de verdade, seu colega de trabalho. Veja quanta novidade existe em atividades tão simples!

Surpreenda alguém todos os dias

Ao invés de ser sempre o mesmo, previsível em todas as suas atitudes, diga alguma coisa inesperada, expresse uma opinião que você manteve guardada, pergunte alguma coisa pela qual você usualmente não se interessaria. Quebre a rotina das suas atividades: vá a um lugar onde você nunca tenha estado antes. Convide um amigo para ir junto com você.


Fonte:
Extra Motivação - Publicação da Central Business Comunicação e Editora Ltda
Análise Técnica da Equipe SESI-DN
 
 
Palestra de Motivação
Descubra como a palestra de motivação do Prof. Massaru Ogata contribui para o êxito de seus eventos e a motivação no trabalho dos funcionários e colaboradores de sua empresa!

                                                                              Saiba Mais >>
 
 
Todos os artigos sobre motivação
A felicidade mensurável e suas fronteiras
Quem é ALPHA no ambiente corporativo
Carreguem livros!
O medo e o alfabeto das mudanças
O sucesso é como os discos antigos: tem lado “B”
Sonhos Possíveis x Devaneios - Como Discernir
A resiliência como alimento diário
A célebre arte da dedicação
Motivação: O coração no mundo dos negócios
Motivação: O poder da mente como ferramenta para vencer
Motivação: 2.010 SERÁ UM ANO MUITO 10!!!
Motivação no trabalho, focando resultados
Motivação: Que Venha 2009!
Motivação - Motivação Organizacional e Motivação Profissional
Motivação: Que Venha 2008!
Motivação nas Empresas: Estados possibilitadores da Motivação
Palestras de Motivação que Garantem Resultados!!! (saiba o POR QUÊ!)
Quem é o Palestrante Motivacional?
Motivação no trabalho
Motivação nas empresas: Incentivos Financeiros para Produtividade
Motivação - Teoria da Motivação
 
Home       Depoimentos       Clientes       DVD´s       Parcerias       Fale Conosco

Ogata ML Consultores
Consultoria em Programas Motivacionais • Seminários Abertos e In Company • Palestras In Company

Contato: atendimento@palestrademotivacao.com.br

Fone: 55 11  9920-2835